Luta & Festa / Olhão Rebelde é divulgação, Música, Lutas Sociais, D.I.Y., Materialismo muito Dialético, odes ao Alcoól e Fraternidade.
.posts recentes

. Scirocco.

. HOJE! Comício na Cooperat...

. Solidariedade Internacion...

. Se celebró el VII Pleno d...

. MANTENHAM-SE iNFORMADOS A...

. AMANHÃ! APRESENTAÇÃO DE C...

. 88º aniversário do PCP

. Zona Reggae de HOOOOJE!

. Debate - OLHÃO: ASSIMETRI...

. O País Basco não caminha ...

.arquivos

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009
Zona Reggae de HOOOOJE!

Já sabem.. 4a feira é noite de Reggae na RUA FM (102.7FM ou www.rua.pt )...

ZonaReGGae 25.02.2009@RUAfm & Inforeggae.pt

By selecta

Irie!

Grande sessão para os amantes das sonoridades revivalistas e Dubsadas nas duas horas de vibrações positivas, hoje em rotação nos 102.07 da RUAfm, e ONLINE Live & Direct @ Inforeggae.pt!

-Algumas novidades do cenário nacional e lusófono abrem a selecção com avanços e novidades para: Kalonga & The Riddim Farmers, TK, Bandoo D’Jah ou Jimmy Luv!

-Grandes vozes jamaicanas em ascensão, como habitualmente na ZonaReGGae, ainda por conhecer:) com novos sons de Walter Saw, Organs ou Formulla…e passagem, claro, por alguns sons do veterano Linval Thompson, de visita ao nosso país já esta Sábado 28, no Estoril!
+infos @ Agenda InfoReggae

-Também sábado,28, é dia de visita mensal às sonoridades underground do Dub, Jungle e Drum & Bass, em mais uma sessão Underground Beatz na Associação dos Músicos em Faro!
Como sempre, acompanhamos nas duas horas de vibrações positivas, com uma mega selecção, de Dubs, Steppas e electrónicas bem pesadas!
Passagens por novidades e grande produções de: Herban Music, Bandulu Dub, Vibronics, Web Cam Hi-Fi, Dub Terror, Neblina Sound, Richie Poe, Disrupt e muitos mais!

Em jeito de convite, OFERTAMOS HOJE NA ZonaReGGae, ao longo de toda a semana na emissão da tarde da RUAfm, e 6ªfeira AO NASCER DA LUA, CONVITES, para visitarem à borla o melhor cenário Underground das noites Algarvias!
Mais infos visuais, sonoras e descritivas da sessão deste mês @
UNDERGROUND BEATZ - ARC Músicos (Faro) 28 FEV

-No highlight a novos lançamentos, fazemos hoje um raro destaque a novos lançamentos 10 polegadas! Acabado de sair (e em acelerado processo de esgotamento:), os riddims ‘Keep the Faith’ e ‘Rise Up’, mais duas grandes produções da Reality Shock Records pela mão de Kris Kemist!


Ambos com respectivas versões incluídas na aclamada compilação de estreia Reality Shock Vol.1, Keep The Faith e Rise Up, apresentam duas faces da tradição Roots /Dub britânica.
A pura vibe da música roots, repleta de echos e reverbs só como a produção britânica sabe interpretar, é o pano de fundo rítmico para as vozes de Gideon Zinger & Afrikan Simba, Prince Livijah e Aqua Livi em Keep the Faith!
Palavras de positividade, anti-violência e consciência universal, fazem deste riddim um hino dos tempos modernos ao eterno legado da intervenção consciente, associada às origens da música reggae.

No Rise Up riddim, o veterano Macka B, e os newcomers Solo Banton e Lioness Fonts, trazem grandes instruções em puro deejay revivalista, da importância do Amor Universal, da Terra Mãe e da necessidade de evitar as ilusões dos tempos modernos…Uma poderosa e pesada produção steppers ao melhor estilo soundsystem!
Ambas as produções contam ainda com a inventiva versão dubwise, pela habitual mão do lendário Russ Disciples!

Mais dois grandes lançamentos da Reality Shock Records, que como sempre surpreende pela grande capacidade de reinventar a genuinidade da música reggae britânica, mantendo-se fiel às sonoridades pesadas desta cultura musical underground, apresentando como sempre um forte alinhamento de vozes veteranas e em ascensão na cultura soundsystem britânica!
A não perder para os vinil addicts!
+Infos@ Reality Shock Records

música: Laurel Aitken - Rudeboy Dreams
publicado por lutaefesta às 20:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009
Debate - OLHÃO: ASSIMETRIAS E DESIGUALDADES.

OLHÃO: ASSIMETRIAS E DESIGUALDADES

 

DEBATE PÚBLICO

 

AUDITÓRIO MUNICIPAL DE OLHÃO

 

21 DE FEVEREIRO 2009 - 15 HORAS

 

PARTICIPAÇÃO DE:

 

ANSELMO DIAS

(COLABORADOR DO COMITÉ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS)

 

ENTRADA LIVRE

música: Skalariak - José República
publicado por lutaefesta às 13:24
link do post | comentar | favorito
|
O País Basco não caminha só! (retirado do blog da ASEH)

 

No último dia da semana de solidariedade com o povo basco, mais de uma centena de pessoas participou nas iniciativas que a ASEH organizou em Setúbal. No Baco Bar, muita gente quis debater a situação que vive o País Basco. Depois de dois vídeos, a discussão mostrou-se viva, intensa e todos quiseram dar a sua opinião sobre o conflito. Falou-se da repressão, da ilegalização da luta pacífica, dos presos políticos, da autonomia e de muitos outros temas. Concluiu-se maioritariamente que o povo basco tem direito a lutar pelo seu próprio futuro e que a solidariedade é imprescindível para que não caminhe só. O debate poderia ter seguido durante horas e todos, sem excepção, saíram satisfeitos com a iniciativa.

Pela noite dentro, a música agitou o bar e atraiu ainda mais gente. Mas antes ainda houve lugar para um jantar em que participaram mais de 20 pessoas. No fim, ficou a certeza de que há muita gente em Setúbal solidária com a luta do povo basco e que há ainda muito por fazer para estender a solidariedade por outras zonas do País.

Viva o País Basco livre e socialista!

 

http://paisbasco.blogspot.com/

música: M.A.K. – Denok ala inor ez
publicado por lutaefesta às 13:21
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009
II SEMANA de SOLIDARIEDADE com EUSKAL-HERRIA.

 

 

 

Associação de Solidariedade com Euskal Herria vai promover semana internacional de solidariedade com o País Basco


A Associação de Solidariedade com Euskal Herria (ASEH) vai promover um conjunto de iniciativas no âmbito da semana internacional de apoio ao País Basco que se realiza entre 6 e 15 de Fevereiro.

No dia 6 de Fevereiro, sábado, vamos concentrar-nos em frente à Embaixada do Estado espanhol, a partir das 13 horas, na Avenida da Liberdade, para denunciar a repressão contra partidos, associações e jornais da esquerda independentista basca. Vamos também homenagear Bernardo Arregi "Tito", um independentista amigo de Portugal que faleceu há pouco mais de um mês. Pelas 16 horas, vamos realizar um debate no bar Loucos e Sonhadores, situado no Bairro Alto, onde discutiremos a grave situação que vive o povo basco. No dia 14 de Fevereiro, sábado, vamos levar a solidariedade até Setúbal, onde vamos organizar um debate pelas 17 horas e uma noite de festa no Baco Bar.

Esta semana de solidariedade com o País Basco é promovida pela Askapena, organização basca de solidariedade internacionalista, e vai ocorrer em diversos pontos do globo.

As acções vão estar focadas no direito do povo basco à autodeterminação e na falta de democracia política existente. Neste momento, quando se aproximam as eleições regionais, o Estado espanhol prepara-se para ilegalizar mais dois partidos. Há dezenas de organizações e associações já ilegalizadas. Há jornais proibidos. Nas prisões espanholas e francesas há mais presos políticos que durante o Franquismo. Mais de 700 cidadãos bascos encontram-se encarcerados. E nada mudou em relação à tortura. O Relator das Nações Unidas contra a Tortura reconheceu que no Estado espanhol não são actos isolados ou casuais.

Com os melhores cumprimentos.



Concentração - Exposição Viva e Homenagem
7 de Fevereiro - 13h00
Frente à Embaixada de Espanha
(Lisboa - Avª da Liberdade - esquina com Rua do Salitre)




Debate - O Conflito no País Basco
7 de Fevereiro - 16h00
Associação Loucos&Sonhadores
(Lisboa - Travessa do Conde de Soure 2 - Bairro Alto)

Acções de Esclarecimento (Distribuições de Documentos e Banca)
6 a 15 de Fevereiro
Faculdades e Cantinas da cidade universitária,
Baixa e Bairro Alto

Exibição do Documentário "A Janela Partida" e Debate
14 de Fevereiro - 17h00
Baco Bar
(Setúbal - Praça Marquês de Pombal, nº8

Festa com DJ FAMEL + DJ GUNS OF SETUBALONE
14 de Fevereiro - 22h00
Baco Bar
(Setúbal - Praça Marquês de Pombal, nº8


--
Associação de Solidariedade com Euskal Herria

borrokabidebakarra@gmail.com
http://www.paisbasco.blogspot.com/

 

 

 

música: Asian Dub Foundation - La Haine
publicado por lutaefesta às 22:30
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009
DESEMPREGO EM OLHÃO. O PIOR DESDE 1977

A precariedade é o nosso passado, não o nosso futuro!

 

Este é um vídeo do ano passado, mas emerge a sua premêmcia a cada dia que passa, pois a "Crise do Capital" alastra e afecta as populações deste país...

 

 

 

A alarmante situação olhanense de Desemprego é aqui exposta (retirado do blog da CDU- Olhão):

 

DESEMPREGO EM OLHÃO. O PIOR DESDE 1977

 

 

No mês de Dezembro de 2008 estavam registados em Olhão, 1635 desempregados (623 Homens e1012 mulheres). O maior número desde 1997. Sendo estes dados oficiais do Instituto de Emprego e sabendo nós que nem todos os desempregados se dirigem a esta instituição, ficamos com a ideia da gravidade do problema.

 

 Estes dados são o reflexo de uma péssima política de emprego do PS em termos nacionais mas não ilibam a gestão socialista na Câmara de Olhão que pouco ou nada faz para evitar esta situação, metendo a “cabeça na areia” e fazendo que não sabe o que se passa (como no caso recente da Belaolhão quando interpelada na Assembleia Municipal pela CDU, quanto à iminência do encerramento da empresa) limitando-se quando do facto consumado a andar num frenesim aparecendo a dizer que anda procurando soluções.

 

Por outro lado quando do encerramento de serviços importantíssimos para os olhanenses, como a EDP, a PT, etc., não há notícia de tentativas de evitar que isso aconteça.

 

Onde está a política de estratégia do Eng Leal para a economia de Olhão???  Conhecem-se algumas medidas para tentar evitar a destruição da indústria, da pesca, da agricultura????

 

A CDU e o PCP apresentam propostas para discussão nos órgãos onde estão eleitos, mas a maioria Socialista, vota sistematicamente contra.

 

Mas a CDU e o PCP não desistem nem deixam de acreditar que é possível uma vida melhor para os Olhanenses. Temos propostas para a nossa terra. Estamos dispostos a discuti-las. Este é um ano decisivo. Podemos alterar este cenário, assim os Olhanenses o queiram.

 

 

música: Freddy Locks - Fazuma
publicado por lutaefesta às 11:57
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Fevereiro de 2009
P.C.P. - Medidas urgentes de combate à crise

O PCP emitiu há dias uma série de medidas de cariz de esquerda verdadeiramente Socialista.

Estas medidas servem de base a um contra-ataque efectivo ao Capitalismo que está a fazer desmoronar as Conquistas de Abril, e que afectam cada vez mais a população nos nossos Bairros, Aldeias, Vilas e Cidades...

 

 

 

Medidas urgentes de combate à crise

Basta de Injustiças - Sim é possível, uma vida melhor
 
Defender o emprego e os direitos dos trabalhadores Salvaguardar o aparelho produtivo Defender a Agricultura e as Pescas Impulsionar o Investimento Público Outra política de crédito

Face ao continuado agravamento das condições de vida dos trabalhadores e do povo, o Comité Central do PCP reitera como aspecto central de uma efectiva resposta à crise, a ruptura com a política de direita e a exigência de construção de uma política alternativa de esquerda.

O Comité Central do PCP reafirma que «Sim, É possível uma vida melhor» concretizando uma política que tenha como principais objectivos a melhoria das condições de vida dos trabalhadores e da população, uma justa distribuição da riqueza, a dinamização da actividade económica, a criação de emprego e defesa dos postos de trabalho, o reforço do papel do Estado na economia e a disponibilização de condições e meios para a intervenção do poder local, a dinamização e protecção do mercado interno e apoios às micro pequenas e médias empresas, um forte incremento do investimento público e privado, um combate persistente aos défices estruturais do País e a defesa da soberania nacional.

O Comité Central do PCP, no seguimento das conclusões da sua reunião de Outubro de 2008 sobre a crise do capitalismo, bem como das propostas e reflexões adiantadas na Conferência Nacional sobre Questões Económica e Sociais e no XVIII Congresso, defende as seguintes medidas, no plano económico e social, com carácter de urgência, e lutará pela sua concretização:

Defender o emprego e os direitos dos trabalhadoresPara dar resposta aos gravíssimos problemas sociais, defender o emprego e os direitos dos trabalhadores e das populações:

  •     O aumento dos salários, incluindo o aumento intercalar do salário mínimo nacional, e das pensões (designadamente revogando o factor de sustentabilidade) para combater as muitas dificuldades com que milhares de trabalhadores e reformados estão confrontados, contribuir para o aumento do consumo, para o alargamento do mercado interno e para o estímulo às micro, pequenas e médias empresas.
  •     A revogação dos aspectos negativos do Código do Trabalho e a defesa do trabalho com direitos.
  •     O reforço imediato das prestações sociais do Estado, em particular, aos trabalhadores atingidos pelo desemprego alargando os critérios da atribuição do subsídio e aumentando o tempo de duração do mesmo.
  •     A fiscalização rigorosa do recurso ao lay-off, combatendo abusos do patronato, violações dos direitos dos trabalhadores e a redução dos salários.
  •     A revogação das leis laborais da administração pública, que promovem o despedimento encapotado e agravam a situação financeira de milhares de trabalhadores. A ruptura com a política de diminuição de trabalhadores nos serviços públicos, garantindo a substituição nas saídas e aposentações e a promoção de uma política nas empresas detidas pelo Estado que promova o emprego com direitos.
  •      A implementação de um plano nacional de combate à precariedade, com o accionamento de medidas de fiscalização e o estrito cumprimento da disposição constitucional de que a um posto de trabalho permanente corresponda um vínculo de trabalho efectivo.
  •     A interrupção do processo de descapitalização da segurança social, mantendo as transferências para o respectivo fundo de estabilização financeira, transferindo do orçamento do Estado as verbas necessárias para custear as medidas de resposta à crise e melhorando os critério de contribuição, designadamente com a consideração do valor acrescentado bruto das empresas.
 

Salvaguardar o aparelho produtivoPara dar resposta à situação das micro, pequenas e médias empresas e salvaguardar o aparelho produtivo nacional e defender o emprego:

  •     A determinação do congelamento ou redução dos preços na energia, nas telecomunicações e nas portagens (sectores hoje detidos em grande medida pelos grupos económicos e financeiros) por forma apoiar os factores competitivos do tecido produtivo nacional.
  •     A adopção de uma orientação de negociação de acordos para pagamento das dívidas ao fisco e à segurança social das micro, pequenas e médias empresas ao Estado, de modo a contribuir para a sua viabilidade e a manutenção dos seus postos de trabalho.
  •     Eliminação do Pagamento Especial por Conta para as pequenas empresas, a extensão do «IVA de caixa» a todos os contratos de aquisição de bens e serviços pelo Estado qualquer que seja o seu valor e o encurtamento dos prazos de reembolso do IVA.
  •     A imediata concretização do plano de pagamentos das dívidas do Estado às pequenas e médias empresas.
  •     A defesa da produção nacional face a exportações agressivas ou de dumping pelo recurso sistemático do controlo e fiscalização das mercadorias importadas, com a reclamação de cláusulas de salvaguarda sempre que necessário.
  •     O cancelamento das privatizações em curso e a criação de condições para o controlo de grandes empresas dos sectores estratégicos no plano nacional, particularmente na energia, nas comunicações e nos transportes por via de nacionalização ou negociação adequada.
 

Defender a Agricultura e as PescasPara defender a agricultura e as pescas da ofensiva em curso:

  •     A intervenção do Estado na redução dos custos dos factores de produção: combustíveis, adubos, rações, taxa da água e outros.
  •     A intervenção directa no mercado de alguns produtos agropecuários: azeite, leite, vinho, cortiça, madeira.
  •     A agilização da aplicação dos fundos comunitários às explorações agrícolas familiares e às pescas.
 

Impulsionar o Investimento PúblicoPara impulsionar o investimento público como elemento estruturante no combate à recessão económica:

  •     O reforço dos meios financeiros das autarquias para um rápido investimento público com reflexos no curto-prazo nos planos do emprego e no apoio às MPME.
  •     A dinamização do investimento público da administração central dirigida ao estímulo da economia local e dos sectores económicos a ele ligados.
  •     O reforço, o desbloqueamento ou antecipação de verbas comunitárias destinadas ao apoio aos sectores produtivos nacionais.
 
Outra política de créditoPara a adopção de uma outra política de crédito que responda aos problemas mais urgentes:
  •     A intervenção do Estado por via da Caixa Geral de Depósitos para a rápida concessão de crédito e seguros de crédito às micro, pequenas e médias empresas, bem como, a outras situações onde esteja em causa o interesse nacional.
  •     O accionamento de medidas junto do sector financeiro com vista à fixação administrativa dos limites máximos das margens (spread), das comissões, das taxas de juro, e das condições de acesso ao crédito por parte das empresas e particulares.
  •     O impedimento da tomada de posições do capital estrangeiro em sectores estratégicos da banca nacional, e a assunção pelo Estado de um papel dominante no sector.
 

Dirigindo-se a todos aqueles que são atingidos pelo desemprego, pela precariedade, pelos baixos salários, pela falta de rendimentos, pelo estrangulamento imposto pelas dívidas à banca, pela perda de poder de compra, pela ruína das suas pequenas empresas, pelas injustiças sociais, o Comité Central do PCP afirma que o país não está condenado à política de direita, que há outro caminho e outra política capaz de responder aos problemas do presente e construir um Portugal com futuro. Com a luta dos trabalhadores e do Povo português, com um PCP mais forte, sim, é possível, uma vida melhor!

 


música: NEL ASSASSIN ft Sam The Kid, Sagas- "O Ideal"
tags: ,
publicado por lutaefesta às 10:46
link do post | comentar | favorito
|
Kortatu - Sarri Sarri

Kortatu, os mestres do Rock Radical Basco, lançaram em 1985 o tema "SARRI SARRI". Este festivo Ska ainda hoje incendeia plateias e dance-halls quando é interpretado...

Ora disfrutem:

 

 

 

música: Kortatu - Sarri Sarri
publicado por lutaefesta às 10:38
link do post | comentar | favorito
|
.pesquisar
 
.Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds