Luta & Festa / Olhão Rebelde é divulgação, Música, Lutas Sociais, D.I.Y., Materialismo muito Dialético, odes ao Alcoól e Fraternidade.
.posts recentes

. Scirocco.

. HOJE! Comício na Cooperat...

. Solidariedade Internacion...

. Se celebró el VII Pleno d...

. MANTENHAM-SE iNFORMADOS A...

. AMANHÃ! APRESENTAÇÃO DE C...

. 88º aniversário do PCP

. Zona Reggae de HOOOOJE!

. Debate - OLHÃO: ASSIMETRI...

. O País Basco não caminha ...

.arquivos

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

Terça-feira, 13 de Março de 2012
Scirocco.

 

 

 

"Siroco" é um dos Bairros Sociais de Olhão. Um dos muitos.. Aqui diz-se que quando sopra o Vento "sueste" a disposição das pessoas altera-se. Um fenómeno comparável ao da Lua Cheia, que torna algumas mentes lunáticas... Não há nenhum Bairro de nome Mistral ou Nortada. Aqui em Olhão é mesmo assim: Sul e Sueste.

 

Há também o BDI, Bairro dos Indios, com a reputação mais arreigada. O das Panteras (que tinha, no seu dealbar, muitos edifícios pintados de Rosa...), que se situa mais junto do Centro de Olhão, não tão de arrabaldes...

Temos ainda o Bairro da Barreta, na zona Ocidental da cidade, quando se entra vindo de Faro. É conhecido por ainda ter as raízes mais vincadas com a tradição piscatória e não se pode dizer que seja "Bairro Social", pois a sua construção é secular e de cariz cubista, como o de todas as casas tradicionais olhanenses..

 

A nível humano podemos dizer que, em todos estes aglomerados, grassa a pobreza massificada, onde a juventude se acha desenraízada. Num misto de recém-urbanidade e resquícios de DNA piscatório, a rapaziada cresce com as histórias dos familiares, Homens do Mar que cavalgavam o oceano ou Mulheres operárias que laboravam nas muitas das Conserveiras da Cidade da Restauração...

 

Progressivamente, com a decadência da Pesca e da Indústria a um nível geral, e com a vareta da bússola economicista virada com fulgor para o Turismo, o Algarve em geral (e Olhão em particular) viu-se desmembrado de quase todo o seu tecido produtivo. 

Não tendo uma praia mesmo em frente, na qual os turistas possam estacionar o veículo e estar quase em cima da areia, esta cidade foi sendo preterida em relação a locais como Albufeira e outros tantos sítios bem mais ao jeito das facilidades que o Turismo de Sol e Praia requer...

 

Sendo assim, o êxodo de muitas famílias tornou-se obrigatório, quer seja dentro para o exterior, como para outras cidades portuguesas...

 

Os que ficaram têm vindo a ver a sua cidade a definhar, mas nem por isso a erosão social ataca a têmpera desta Gente.. 

Este é um Povo que trata o seu semelhante por Tu. 

Permanece o espírito proletário, tempestuoso por vezes, tal como o vento Scirocco que, embora cálido, causa as maiores Vendavais de Areia no Sahara... 

 

Só o Povo Salva o Povo.

Viva Olhão, Cidade Proletária!

 

publicado por lutaefesta às 15:28
link do post | comentar | favorito
|
.pesquisar
 
.Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds